contato@escoladeprojetos.pro.br

Quando chegamos ao “bom o suficiente” em nossa vida?

Educação em Projetos ao alcance de todos

Quando chegamos ao “bom o suficiente” em nossa vida?

Recentemente, tomei conhecimento de um livro cujo tema seria o “contentamento bom o suficiente”. É uma alegoria sobre um homem de quarenta e poucos anos que está infeliz com sua vida. Depois de uma viagem de trem mágico, ele aprende a definir o que significa contentamento em nove áreas de sua vida: carreira, família, saúde, amizades, finanças, lazer, espiritualidade, doação e legado. 

Essa história me fez relembrar minha própria vida – as coisas que fiz bem e os muitos erros que cometi e que gostaria de poder voltar no tempo para contar ao meu eu mais jovem.

Já que esta máquina do tempo ainda não saiu do ambiente da ficção, vale a pena escrever essas nove áreas de nossa vida, para estimular seu pensamento sobre coisas que você precisa para começar, parar ou continuar.

Carreira: sua carreira não pode substituir a família, a saúde, o lazer e as amizades – no filme O homem de família , o personagem de Nicolas Cage é um banqueiro de investimentos, difícil e que vê como seria sua vida como um marido e pai de classe média. Ele percebe que a vida é muito mais do que negócios. Seja como for, continue a perseguir vigorosamente suas aspirações profissionais, mas não à custa de outras áreas importantes de sua vida.

Família: Não desperdice memórias – trabalhar tanto ao ponto de perder muitos eventos familiares trará muito arrependimento e amargor ao final de sua jornada. Não chegue ao ponto de olhar para trás em sua vida lamentando não estar lá para os fabricar boas memórias.

Saúde: Se você não decidir cuidar de si mesmo, a decisão será feita por você. Apesar de nos sentirmos super poderosos, não somos o Superman (ao menos não uso a cueca por cima da calça). O burnout está aí, presente, para mostrar o quão frágil nossa saúde é e como pode afetar nosso trabalho, nossa vida. Se você não se concentrar em cuidar de sua saúde, algo fora de seu controle vai acontecer e forçá-lo a agir.

Amizades: tenha alguns amigos que o ajudariam às 2 da manhã, sem perguntas. Vale ouro ter alguns amigos próximos em quem você pode confiar para ajudá-lo a resolver um problema. Ser alguém em quem seu amigo pode confiar é tão importante quanto.

Finanças: Ninguém deve se preocupar mais com suas finanças do que você. Colocar seu dinheiro nas mãos de um consultor pago garantirá que o pão seja colocado na mesa dele junto com o seu dinheiro. Faça o máximo que puder por conta própria.

Lazer: Equilibrar trabalho / vida pessoal significa desacelerar, não acelerar – conheço muitas pessoas que trabalharam mais de 60 horas durante a semana apenas para acumular atividades de “vida” no fim de semana. Eles tinham equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, mas isso foi conseguido correndo 160 quilômetros por hora. O tempo de lazer deve incluir tempo para relaxar e recarregar as baterias, portanto, use pelo menos um pouco para descansar e tome cuidado ao tentar encaixar muitas coisas em sua vida.

Espiritualidade: fale sobre suas crenças – sejam quais forem suas crenças espirituais (as minhas são cristãs), não seja um Jekyll e Hyde (do livro O Médico e o Monstro) no que você diz e no que faz. Amaldiçoar todo mundo nas reuniões durante a semana de trabalho e depois ir para a igreja no domingo simplesmente não combina. Não se trata de julgar seu sistema de crenças; é mais sobre como garantir que suas ações estejam alinhadas com suas crenças.

Dar: Dê por amor, não por conveniência ou obrigação. A quantidade e o tipo de doação é com você, apenas faça por amor e aproveite a gratificação que você receberá em troca.

Legado: viva para seu elogio – Há alguns anos, criei uma declaração de propósito pessoal. Depois de muita busca interior, pensei: Vou trabalhar para ajudar os outros a se ajudarem e não simplesmente capacitá-los. Quando eu morrer, quero que as pessoas digam três palavras no meu funeral: Ele me ajudou. Se você tem um propósito pessoal ou declaração de missão, viva-o. Se você não tiver um, sugiro que leia o livro Deixe Um Legado, de Paulo V. Kretly.

Se eu o estiver ajudando a fazer ou pensar de forma diferente sobre algum aspecto de sua vida, então minha missão está cumprida. Obrigado por me ajudar a viver minha declaração de propósito.

Baseado no artigo de Lonnie Pacelli sobre seu livro Behind Gold Doors-Nine Crucial Elements to Achieve Good-Enough Contentment: An Allegory about Finding Contentment in Life (The Behind Gold Doors Series).

****************************************************

Este foi mais um artigo trazido até você pela EscoladeProjetos.pro.br! Conheça nosso curso de Fundamentos e Práticas em Gestão de Projetos, que reúne o que há de mais atual na aplicação básica dos conceitos de gestão de projetos, ideal para formação de times em qualquer área! Acesse https://hotm.art/cursoEDP e utilize o cupom de desconto BLOG30 para receber 30% de desconto em sua matrícula!

 

Nenhum comentário

Adicione seu comentário

%d blogueiros gostam disto: